Skip to content

março 28, 2010

Eis que resolvi pedir pro marido este querido agrado, que juntamente com o Submarino.com (e seus ótimos preços), me proporcionaram essa carinha “meiga” – (vide foto)

Livro por indicação da Janemurback (twitter)

E se você, assim como eu, precisa de uma tecla SAP para ler títulos de livros, por dentro do plástico, aí vai:

Eu sento, rebolo e ainda bato um bolo“.

Autoria: Andrea Cals & Marcela Catunda, também criadoras do site: Banheiro  Feminino

É o tipo de leitura rápida, por conta de suas poucas páginas. Além de ter um título ótemo, que deixa qualquer mulherzinha com vontade de ler!

Cabelos novos. Que alívio!

março 10, 2010

Poderia ter feito o post há dias (quando mudei o cabelo), mas eu deixei pra depois e aqui estoy!!!!

Depois da minha saga, pra tirar um pouco de leite e dar uma fugida aqui no salão do lado de casa, consegui cortar e mudar a cor do cabelo. Tava pior que “bucha vegetal” (kkk), e olha que eu já tinha cortado um pouco, antes de ter filho, mas o quebrado estava muuuito. Sem falar nas pontas – blá, blá, blá.

O bichinho tava sem vida, poroso, já tinha perdido o brilho há séculos!!! Sem contar que a raiz tava com aquela cor indefinida, de nada com nada (vou paratr de falar mal dele. pronto!) . Massssss, não estava cinza e nem marrom, era a famosa cor de “bufa”!

E agora com minha nova cor (Marrom Prelinè, da L-O-R-E-A-L), nunca tinha visto essa cor, ou melhor, não com esse nome. É um tom a menos que o chocolate, e, segundo a consultora da Loreal que estava na loja, se eu não gostar, é só “pular” um tom, da próxima vez. Pois pra escurecer, todo santo ajuda, se não manchar (kkkk).

Eu ia fazer um “antes e depois”, mas deu preguiça e é passado (né?)

Com uma escovinha básica, pra “assentar” e valorizar  …

Depois faço um post só com os cabelo(s) que já tive. Só preciso ter tempo  e paciência pra catar todas as imagens e colocar aqui!

Hebe: Uma mulherzinha incrível

março 8, 2010

Hoje vou falar de uma mulher que admiro bastante, e é tão conhecida por todas :  Hebe Camargo!

Quando a vejo, lembro imediatamente da minha vó, que por gostar muito de assistir, acabou me fazendo gostar, desde cedo. Desde criança ficava admirada com suas jóias, e toda aquele brilho “gracinha”.  Parece que o tempo não passa, pois ela continua lá, super Mulherzinha, e com a cabeça fresquinha, pronta pra debater qualquer assunto. Ela é uma figura única, de 81 anos!

Hoje é também seu aniversário!

E nesta noite, a Hebe volta ao seu programa, após a descoberta e tratamento de um câncer, pra continuar fazendo o que ama. É o tipo de MULHER que tem uma garra incrível, pois mostra que sua idade (e um tratamento contra uma doença) não interfere naquilo que mais gosta. Enquanto existe, EXISTE GARRA!

Este ano minha feminilidade está a flor da pele (parece brega falar isso. rs). Mas depois de me tornar mãe, é assim que me defino. É realmente tudo que eu sempre pensei sobre a maternidade: Uma felicidade sem tamanho!

Desejo também um FELIZ TODOS OS DIAS, para as mulheres da minha vida:  Vó,  mãe, tia,  amigas. Sempre vaidosas, engraçadas, intensas, determinadas, inteligentes e mais um monte de adjetivos que nos cabem!

Batom: ame-o ou deixe-o

fevereiro 19, 2010
tags: , , ,

Selecionei algumas imagens de um das coisas mais sexy, feminina, delicada, vulgar, trash, cafona e mais um monte de coisa que a combinação permitir.

Vamos, então, ao BATOM:

Batom  X   Gloss


Eu já usei um desses (sem esse tanto de glitter), na minha fase “metal-gothic-algumacoisa-trash”.  #medo


Seguindo ….

Debbie Harry e seu bocão

Dita Von:  Porque Pin Up sem batom NÃO é Pin Up

Ela e Manson (uii)

Olha o Bozoooo

Quero os três na necessarie, jáaaa!

Gwen + Batom vermelhão = LINDA!

Se carregar muito nos olhos, fica estranho esse “bocão”, viu Bey?

Ainda mais você que veio privilegiada, com  uns kg  de  boca a mais!

Gente, e a Suri retocando o batom?

Acho digno!

Want to touch up the make?

J. Depp:  chapeleiro lindo e de batom

Oi, Edward?

O laranjinha do verão

Esse não pode faltar na bolsa …

Nude  =)

Natalie e mais nude …

Corrão!!!!

Pra escrever no espelho, não existe melhor …

Eu e o Batom:   Nude, rosa, vermelho …

E essa marquinha da Xu ?  …  haha

A clássica marca de batom!

E você, qual a sua relação com o batom??

Mulherzinha do meu jeito

fevereiro 10, 2010

Um post na pegada auto ajuda. Mas tá valendo …

Pro meu primeiro post , gostaria de escrever algo que tivesse a ver com vaidade e o tempo. Fazendo referência a minha nova rotina de mãe de recém nascido. É claro que mesmo sem tempo (tem uma semana que ensaio começar a escrever por aqui), a gente consegue não me pergunte como algum tempo pra cuidar da gente, nem que seja um pouquinho (rs). Minhas saídas ao pediatra são mega eventos, nos quais preciso colocar um batonzinho, um lápis no olho e arrumar o cabelo, sabe? Porque quando to dentro de casa, não vou sair me maquiando que nem uma neurótica (só quando vem visita que preciso colocar uma roupa de gente normal e cobrir os peitões da amamentação, quase sempre à mostra. rs

Não falo da vaidade só pra quem tem filho, mas pra mulher que não tem tempo (todas, ué!). Tem aquela que fica em casa, trabalhando, na “lida” a famosa dona de casa, que a e dificilmente vai ter tesão esfoliar o rosto depois de ter lavado a cozinha e o banheiro (pode até ter, mas é coisa rara). Ou então a que chega do trabalho, exausta, com um calo gigantesco e sue maior sonho era ter motivação para preparar uma massagem para os pés todas as noites.

Vamos então falar de uma vaidade que não vai custar um esforço físico diario (aí que começa a ficar mais fácil). É, literalmente aquela vaidade de dentro pra fora, clichezão com o jeito de cuidar da casa,  de planejar a vida, não só com a pele, com os olhos, as rugas. Não é preciso ficar com a “bola” baixa porque não fez aquela hidratação. Você sabe que deveria ter feito, não deu pra fazer: paciência! Mas você ao menos tentou. né? Ser DIVA todos os dias é complicadis (como diria meu amigo Mussum). Torna-se então, uma briga de egos, principalmente com o SEU próprio.

Já é também sabido, que o tempo que sobra, pro cuidado da mulherzinha, é quase nenhum. Mas eu percebo, vou parar de encher lingüiça que mesmo que não consigamos ficar imersas em uma banheira com pétalas de flores (#sonho), podemos cuidar do pouco que seja (ou do que resta?).

Só não deixa apodrecer, né, minha gente? kkk.